Por Vini Martins

Criada pelo alemão Karl von Drais, em 1817, a bicicleta é um dos meios de transporte mais baratos do mundo, afinal, você não precisa ficar gastando dinheiro com passagem de ônibus, metrô ou Uber. 

Ecológica e saudável, a bike faz bem para qualquer pessoa e quem for para Alemanha poderá pedalar até qualquer ponto turístico graças à infraestrutura das cidades.

As paissagens valem sempre muito. Além disso, é uma ótima forma de não cair na rotina (Foto: Divulgação)

De acordo com o Centro de Turismo Alemão (DZT), são mais de 70 mil km entre trilhas e ciclovias. São cerca de 200 rotas que atravessam diversas regiões e tem para todos os gostos:

  • para os mais ambiciosos, subir os Alpes de bicicleta;
  • para os que pedalam bastante, mas “apenas” por prazer, podem escolher os vinhedos;
  • para famílias, as inúmeras rotas margeando rios; e,
  • para aqueles que não abrem mão de roteiros culturais, uma passada por inúmeros museus do país.

Um brinde ao passeio de bike pelo Vale do Mosela

É impossível elencar qual a rota de bicicleta mais atrativa da Alemanha. Mas uma que com certeza desperta curiosidade e interesse é a que percorre 248 km margeando o vale do rio Mosela – um dos afluentes do Reno. 

O caminho vai desde Perl, na divisa com Luxemburgo, e termina na confluência do Mosela com o Reno, em Koblenz.

Pelo caminho, vemos inúmeras vinícolas e vinhedos, formações rochosas, castelos, cidades medievais produtoras de vinho, como Bernkastel-Kues e cidades beeeeem antigas como Trier.

O Mosela é um rio do nordeste da França, do Luxemburgo e do oeste da Alemanha (Foto; Divulgação)

Bed & Bike: onde os ciclistas são bem-vindos

Pensando no descanso dos ciclistas e em boas noites de sono, desde 1995, a Federação Alemã de Ciclistas (ADFC) certifica acomodações adequadas para as bicicletas e seus condutores em toda a Alemanha. 

Atualmente, existem mais de 5.500 estabelecimentos “Bed & Bike” certificados no país, espalhados por mais de 4 mil cidades.

Serviços oferecidos pelo Bed & Bike

  • hospedagem por uma noite;
  • armazenamento para as bicicletas;
  • ferramentas para reparos básicos; e
  • acervos de mapas.

Agora sim, tudo pronto para curtir umas boas férias e de cara, malhar, se exercitar ou apenas passear de um modo diferente. 😉

Compartilhar

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.