Da Redação

Apesar dos desafios trazidos pela Covid, há sinais promissores no consumo em setores que foram muito atingidos pela pandemia, como viagens, de acordo com o Mastercard Recovery Insights. 

O relatório divulgado pela Mastercard, chamado Travel Check-in, teve foco na pandemia e revela que dentro do G20, Itália, Rússia e França foram os países que mais recuperar gastos com viagens e entretenimento, com níveis muito parecidos a meados de 2019. Isso inclui sub setores como passagens aéreas, hospedagem e comer fora.

Giardino Bardini, parque localizado na região de Florença, na Itália (Foto: Divulgação)

Embora a Itália tenha sido o foco da pandemia no início do ano, a forte cultura gastronômica e indústria do turismo doméstico ajudou na recuperação rápida. A Europa como um todo está se recuperando com base no turismo regional.

“Não há dúvida de que as pessoas amam viajar. No entanto, o que observamos é que o modo como gastam tem se adaptado ao novo momento. Gastos como gasolina, restaurantes e aluguel de bicicletas tem melhorado, mostrando que o reaquecimento está acontecendo, mas focado no âmbito local”, diz Steve Sadove, conselheiro da Mastercard.

Compartilhar

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.