Da Redação

A Cachaça, bebida típica brasileira, tem sua história ligada  à do próprio país e pode ser considerada o primeiro destilado das Américas, tendo sido produzida, pela primeira vez, de forma intencional, em algum engenho de açúcar do litoral Brasileiro, entre os anos de 1516 e 1532, antes mesmo do aparecimento do Pisco, da Tequila e do Rum.

Segundo a história, em 1630, os portugueses notaram que o mercado da cachaça crescia e o produto tomava o lugar da bagaceira (destilado  do bagaço da uva), mas em 1635, o rei de Portugal proibiu a produção e a comercialização da cachaça para incentivar o consumo da bagaceira.

Porém, a pouca fiscalização permitiu a continuidade do comércio da cachaça e, em 1659, um novo decreto real colocou ameaças de deportação, destruição dos alambiques e apreensão das cachaças. 

Em 1660, os produtores fluminenses lideraram uma rebelião e tomaram o governo da cidade. Era a Revolta da Cachaça, movimento que abriu caminho para a legalização da cachaça no ano seguinte.

Hoje, a cachaça é bebida símbolo do brasileiro e tem uma data só dela. Desde junho de 2009, O Dia Nacional da Cachaça acontece em 13 de setembro e é uma iniciativa do Instituto Brasileiro da Cachaça. 

Confira 2 receitas com Cachaça que estão entre os cocktails mais consumidos no mundo inteiro. Fonte: Revista Britânica – Drinks International Magazine.

1) Pira Mule

  • 50 ml de Cachaça
  • 10 ml de suco de limão
  • 20 ml de kaly gengibre xarope
  • 40 ml de cerveja
  • Cobertura de espuma de gengibre

Em uma caneca de cobre, coloque gelo, em seguida a cachaça, o suco de limão, o xarope e a cerveja. Misture bem, e finalize com a cobertura de espuma de gengibre. Decore com hortelã ou gengibre ralado.

2) Cachaça & T Cajú

  • 50 ml de Cachaça
  • 150 ml de tônica
  • 2 fatias de caju
  • 1 fatia de laranja bahia
  • 15 ml de redução de caju
  • 1 ramo de hortelã

Em um copo Bordeaux, coloque gelo, em seguida a cachaça, a redução de caju e a tônica. Misture bem, e finalize com as fatias de frutas e o ramo de hortelã.

E aí, gostou das dicas? Deixe o seu comentário! 🙂 

Compartilhar

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.