Da Redação

O momento é de reabertura para muitos hotéis e resorts pelo Brasil. No entanto, o mês de julho foi conturbado para muitos donos e funcionários. 

Neste novo cenário, a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH-SP) divulga os resultados de uma pesquisa que abrange o desempenho da hotelaria em 11 regiões turísticas do Estado de São Paulo em julho.  

A pesquisa aponta que a taxa de ocupação foi de 19,8%, a diária média de R$ 282,55 e o RevPar (lucro por quartro) de R$ 56,03. 

“Com amostra representativa, constituída por 64% da base de associados, os resultados obtidos alcançam intervalo de confiança de 95%”, explica Roberto Gracioso, conselheiro fiscal da entidade e coordenador geral do estudo. 

Wyndhan: hotel é dividido em diferentes pavimentos, que somam 288 apartamentos (Foto: Vinicius Martins)

De acordo com Ricardo Andres Roman Jr., presidente da ABIH-SP, o objetivo da iniciativa é divulgar aos associados, ao governo e à imprensa um diagnóstico mensal do desempenho da indústria hoteleira no Estado de São Paulo.

O trabalho revelou ainda que, no mês de julho, 81,5% dos hotéis estiveram em funcionamento, a grande maioria já.

O total de funcionários nos hotéis em funcionamento segue alta também, em 94,1% o que mostra que as vagas de trabalho estão quase que preenchidas novamente.

No entanto, a oferta total de unidades habitacionais, por conta da Covid-19 ainda é baixa: alcançou 34,6%.

A íntegra da pesquisa está disponível no site www.abihsp.com.br.

Compartilhar

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.