Da Redação

A partir de 1º de julho, os turistas podem retornar para Bahamas. Mas, o destino também está com novas normas de saúde e segurança contra o Covid-19. 

Segundo o Ministério do Turismo das Bahamas, os viajantes deverão seguir a “Campanha do Viajante Saudável”, que incentiva visitantes a continuarem praticando medidas de distanciamento social, lavando as mãos regularmente ou usando desinfetantes para as mãos, e utilizando proteção apropriada, como máscaras, assim como fazem com seus trajes de banho e protetor solar.

Nos aeroportos e portos marítimos as avaliações de temperatura de todos serão realizadas por assistentes de saúde. As pessoas deverão usar uma máscara em qualquer situação em que seja necessário aplicar diretrizes de distanciamento físico, como ao entrar e transitar por terminais aéreos e marítimos, enquanto navega nas verificações de segurança e alfandegárias e na solicitação de bagagem. 

Bahamas anuncia plano de reabertura para turistas

Ao partir, os voos serão programados para todos os outros portões, a fim de fornecer a maior distância possível entre eles, e será fornecido maior tempo para o embarque, a fim de garantir que o distanciamento físico possa ser mantido.

Outros novos procedimentos estarão presentes em toda a experiência na ilha, incluindo as acomodações:

– Hotéis, resorts e aluguéis de férias aplicarão extensos protocolos de saúde e segurança, como limpeza aprimorada de quartos, espaços públicos e áreas de alto ponto de contato e horários regulamentados;

– Desinfetantes para as mãos estarão disponíveis em todas as propriedades;

– Os pontos de verificação da temperatura e monitoramento da saúde dos funcionários serão reforçados;

– O número de indivíduos nos elevadores de uma só vez será limitado;

– Papéis desnecessários nas acomodações serão eliminados.

  • Táxis e carros independentes:
  • Passageiros e motoristas devem usar máscaras o tempo todo ao longo de sua viagem;

– Os veículos devem reduzir o número máximo de pessoas em 50% (os sedans podem transportar até duas pessoas e os SUVs até quatro) e os passageiros não devem andar no banco da frente.

  • Excursões, passeios, atrações locais e compras:

– As empresas devem estabelecer um número máximo de participantes e limitar a duração de cada visita para permitir o distanciamento social;

– Quando possível, os hóspedes serão incentivados a usar equipamentos pessoais (como equipamento de mergulho) e as empresas terão itens disponíveis para compra;

– Os hóspedes não poderão tocar nos produtos, a menos que com a intenção de comprar, e as vendas sem dinheiro e com cartões e outros dispositivos de pagamento serão incentivadas;

– As cadeiras de praia devem ser organizadas para permitir um distanciamento social de um metro e meio entre unidades familiares;

– Um cronograma de limpeza e uma lista de verificações regulares devem ser estabelecidos, revisados e mantidos.

  • Operações de navios e balsas

– Os funcionários devem usar uma máscara facial impermeável durante todas as interações com os passageiros e onde outras medidas de distanciamento social sejam difíceis de manter;

– O número máximo de pessoas permitidas a bordo será reduzido em 50% e os assentos poderão ser nomeados para garantir o distanciamento adequado;

– A higienização das embarcações deve ocorrer antes que qualquer passageiro embarque no navio e entre todas as trocas de viajantes. Todas as superfícies de toques frequentes devem ser limpas constante e consistentemente durante o passeio e ao final de cada dia.

  • Restaurantes, serviços de comidas e bebidas

– Os buffets serão descontinuados até novo aviso. Todas as refeições devem ser individuais ou previamente embaladas;

– As empresas devem utilizar menus descartáveis ou oferecê-los em monitores e placas de vídeo estáticas;

– Os funcionários devem usar EPIs (máscara e luvas descartáveis).

A reabertura das fronteiras continuará sendo monitorada e orientada pelas autoridades do governo e da saúde das Bahamas. As datas estão sujeitas a alterações com base nas tendências da COVID-19, se houver uma regressão na melhoria ou se o governo e as organizações de saúde considerarem essas fases inseguras para residentes ou turistas.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.