Da Redação

Eu não sei se a humanidade vai realmente mudar com a Covid-19, mas, com certeza, a natureza está mudando, ou melhor, retornando ao seu curso natural. 

Com a redução do fluxo de pessoas em todo o mundo, devido a pandemia, alguns países e locais famosos por receber turistas começou a ser ocupado pela natureza. Seria uma mensagem da mãe natureza convidando a uma reflexão sobre novas formas de vivenciar o turismo?

A cidade de Veneza, antes lotada de turistas, agora surpreende o mundo com seus canais claros e cheios de peixes em função da redução drástica de circulação dos cruzeiros e das gôndolas.

Já aconcorrida metrópole europeia, Amsterdam faz campanha contra o turismo em massa, incluindo limitação de acesso aos campos de tulipas e até a retirada do famoso letreiro ‘I Amsterdam’ das proximidades de um concorrido museu.

“Exemplos como este mostram que, no Brasil e no mundo, destinos turísticos conhecidos por sua exuberante beleza natural e arquitetônica são ameaçados a cada dia. Daqui pra frente, que tal levarmos esse alerta adiante e optarmos por hospedagens que preservam a natureza e a comunidade em seu entorno?”, analisa Helenio Waddington, presidente da Associação Roteiros de Charme, que sugere não ignorarmos a mensagem deixada durante este período de luta e isolamento social. 

Fundada em 1992, sob inspiração da Conferência Mundial das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente e Desenvolvimento, a ECO 92  a Associação busca levar aos seus associados esta mudança. “Além dos hotéis, pousadas e refúgios ecológicos pertencentes à associação, levamos nossa mensagem e convidamos a todos os viajantes e hoteleiros a participarem desta nova forma de viajar. Que todos coloquem o turismo sustentável na pauta”, avalia Waddington.

Atualmente, a Associação Roteiros de Charme congrega 73 hotéis, em 64 destinos e 16 estados brasileiros. Para escolher seu próximo destino verde, basta consultar o site

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.