Da Redação

Um caso de homofobia no confinamento do Big Brother em Portugal tomou proporções gigantescas no país.

Hélder Teixeira foi punido e está no “paredão” após fazer um comentário homofóbico sobre um colega de confinamento. Agora, o público decidirá o futuro de sua permanência na atração.

A decisão foi anunciada pela TVI, emissora que transmite o reality no país, na noite desta terça-feira (12). Em uma edição especial do reality, o canal anunciou que “no Big Brother, as atitudes sexistas, homofóbicas, xenófobas e racistas são inadmissíveis” e anunciou a votação que determinará o futuro do participante.

“Todas estas transgressões são delitos graves, e o Big Brother jamais poderá fechar os olhos. Não é por estar fechado em uma casa que pode dizer e fazer o que bem entender. Recordo ao Hélder e a todos os concorrentes estão sendo vigiados 24 horas por dia, e que o país inteiro está lhes assistindo. Hoje, Portugal acordou extremamente revoltada com o seu comentário”, comunicou a Voz, personagem que controla o confinamento.

“É esperado que esta casa seja um reflexo da sociedade de uma forma positiva, e não de uma forma negativa ou preconceituosa. Como não posso deixar passar a sua atitude em branco, vou dar aos portugueses a oportunidade de decidir se querem que o Hélder permaneça no programa”.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.