Por Andrei Teixeira

Se você já fez uma compra internacional (pelo Wish, pelo Alibaba ou em alguma viagem que precisou usar o cartão de crédito), saiba que a cobrança era realizada desse jeito:

  1. Você efetuou a compra no dia 10 e o dólar valia R$ 4,20;
  2. O cartão fechava no dia 20 e a cotação já estava em R$ 4,50;
  3. Era cobrado de você o câmbio do dia 20 (dia de fechamento).

Parece ruim, né!?

X_X

Mas também podia acontecer o contrário:

  1. Você efetuou a compra no dia 10 e a cotação valia R$ 4,20;
  2. O cartão fechava no dia 20 e a cotação baixou para R$ 3,90;
  3. Era cobrado de você o câmbio do dia 20 (dia de fechamento).

Aí sim, hein!?

$_$

Pois é, não parecia justo, porque nenhum mero mortal controla a taxa de câmbio!

É por isso que em novembro de 2018, o BC (Banco Central) criou uma regra para que fosse cobrado o valor do câmbio do dia 10: o câmbio do dia da compra. Isso ajuda, pois as pessoas evitam suspresas e não ficam sem entender o valor exato cobrado na fatura.

É a “Circular nº 3918”, que vai entrar em vigor a partir de 1º de março de 2020!

Demorou, mas chegou. Agora é aproveitar as compras, ficar de olho no câmbio e fazer as contas para saber o quanto será preciso guardar para pagar o cartão!

Ah, e outra coisa: #semdívidasnocartão #pagatudoemdia

Compartilhar

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.