Por Vini Martins

A Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) divulgou novos dados sobre os voos feitos em 2019. Segundo a agência, as empresas aéreas brasileiras transportaram um total de 104,4 milhões de passageiros pagos durante o ano passado, em voos domésticos e internacionais, o que representou crescimento de 1,35% em relação aos 103 milhões de passageiros pagos transportados em 2018. 

Voos domésticos

Em viagens pelo Brasil foram transportados 95,3 milhões de passageiros pagos no ano passado, 1,7% a mais que o verificado em 2018.

A demanda por voos domésticos (medida em passageiros quilômetros pagos – RPK) cresceu 0,8% e a oferta de assentos diminuiu 1%, resultando uma taxa média de ocupação de aeronaves de 82,7% durante 2019, que superou o aproveitamento de 81,3% verificado no ano anterior.

Os dados fazem parte do relatório Demanda e Oferta do Transporte Aéreo. Considerando apenas dezembro de 2019, a demanda por voos domésticos cresceu 1,2% e a oferta aumentou 1,9%. No mês, foram 8,9 milhões de passageiros pagos transportados (3,6% a mais que no mesmo mês de 2018) e 83,8% de taxa de ocupação.

Em termos de participação por empresa aérea, a Gol fechou dezembro de 2019 na liderança do mercado de voos domésticos, com uma fatia de 38,6%, sendo seguida pela Latam (37,7%) e Azul (23,3%). Em relação ao mesmo mês de 2018, a Azul foi a aérea que mais ganhou mercado, com crescimento de 24,2%, sendo seguida por Latam (21,7%) e Gol (1,8%). Juntas, elas atendem 99,6% do mercado nacional.

A Gol fechou dezembro de 2019 na liderança do mercado de voos domésticos (Foto: Divulgação)

Voos internacionais

No mercado internacional operado por aéreas brasileiras, em dezembro de 2019 a liderança permaneceu com a Latam, com 65,5% de participação, seguida por Azul (22,5%) e Gol (12%). A Azul cresceu 47,9% em relação aos 15,2% que detinha no mesmo mês de 2018. Na mesma base de comparação, a Latam cresceu 2,5% em relação aos 63,9% que possuía e a Gol recuou 2,1% em relação aos 12,3% que possuía.

A demanda por voos internacionais, operados por empresas aéreas, permaneceu estável em 2019, na comparação com 2018, mas oferta de assentos recuou 2,2%. No ano passado, foram transportados 9,1 milhões de passageiros pagos em viagens com destino ou origem no exterior, número 2,6% menor do que o transportado no ano anterior. No mês de dezembro de 2019, foram embarcados 757,9 mil passageiros pagos em voos internacionais por empresas brasileiras – uma queda de 13,4% em relação aos 875,4 mil transportados no mesmo mês de 2018.

A Latam aumentou seu espaço em voos internacionais, com 65,5% de participação (Foto: Divulgação)

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.