Por Andrei Teixeira

Um russo, identificado como D. Razumilov, entrou com um processo contra a Apple, pedindo 1 milhão de rublos (US$ 15K) por danos morais, argumentando que um app baixado na Apple Store o transformou em um homossexual – segundo cópia da denúncia, à qual a agência AFP teve acesso.

O russo iria receberia bitcoins que tinha comprado do app não identificado, mas ao invés disso, acabaram caindo 69 unidades da criptomoeda Gaycoin (GAY) em sua wallet.

No momento da transferência incorreta, Razumilov recebeu uma mensagem que dizia “Não julgue antes de testar”.

“Pensei: de fato, como posso julgar algo sem tentar? E decidi tentar relacionamentos com pessoas do mesmo sexo que eu”, escreveu Razumilov em uma denúncia publicada pela rádio Govorit Moskva nesta quarta-feira (2). “Decidi testar as relações sexuais. Dois meses depois, iniciei uma relação íntima com uma pessoa de mesmo sexo e agora não consigo voltar atrás”, explicou.

Eu não sei como explicar isso para meus pais. Depois de receber a mensagem acima mencionada, minha vida mudou para pior e nunca mais será normal. A Apple me empurrou para a homossexualidade”, completa.

Os representantes da Apple na Rússia ainda não responderam aos contatos da AFP. E o país segue sendo um local de difícil convivência para a diversidade como um todo.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.