Da Redação

O prefeito republicano Alfonso Cirulli, de Barnegat Township, New Jersey, está irritado com uma nova lei que introduzirá o currículo LGBT nas escolas e lançou uma campanha pedindo aos moradores que se juntem a ele.

A legislação, Senado Bill 1569, foi sancionada em janeiro pelo governador Phil Murphy. A lei exige que as escolas intermediárias e secundárias incluam lições sobre as contribuições das pessoas LGBT e das pessoas com deficiências.

Cirulli, um ex-diretor assistente, disse em uma reunião do Comitê do Distrito de Barnegat que “o governo não tem o direito de ensinar a moral de nossos filhos”, segundo o jornal Asbury Park Press.

Agora, o prefeito Cirulli quer reverter a lei. “É uma afronta a Deus. Ensinar os adolescentes sobre as conquistas e contribuições de gays, lésbicas, bissexuais e transexuais equivale a doutrinação e viola os direitos religiosos dos Estados Unidos”.

Ele também afirmou ser contra o casamento entre pessoas do mesmo sexo.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.