“O primeiro presidente gay?”

Ex-militar da Guerra do Afeganistão, millenial e gay, Pete Buttigieg é o primeiro pré-candidato gay assumido à presidência dos EUA

0
192

Da redação

O prefeito da cidade de South Bend, em Indiana, Pete Buttigieg, é pré-candidato democrata à próxima eleição presidencial dos EUA, que acontecerá em 2020, o que torna um primeiro aspirante presidencial gay assumido da história dos Estados Unidos.

Aqui no Claro e Criativo usamos o termo “assumido” apenas para não cometer nenhuma injustiça histórica ou ignorância para o fato de que no passado muitos homens gays nunca se assumiram como tal, como bem sabemos, por questões de natureza história e social de suas épocas.

Se vencer as eleições, Pete, que está na reserva da Marinha e que pediu licença de seu trabalho como prefeito para servir no Afeganistão, também seria o comandante em chefe mais jovem, 38 anos (em jan/20).

Em janeiro, foi anunciada a formação de um comitê exploratório para a sua candidatura, um passo importante antes de ser lançar nas primárias. E desde então, Pete falou sobre diversos pontos, como o fortalecimento do turismo interno, a expansão do uso de vias fluviais pelo país e realizou ataques à política social conversadora de Trump.

Imagem relacionada
Pete Burrigieg e o marido Chasten Glezman, na maior parada gay do estado de Indiana, em junho passado (Foto: Reprodução/Twitter)

Em um vídeo de quase dois minutos postado na Internet, Buttigieg se descreve como um reformista – de fato, recebeu vários elogios por recuperar a pequena cidade de Indiana na Prefeitura – da geração millennial que olha para o futuro. “Nesse momento o nosso país precisa de um novo começo”, diz no vídeo.

Há anos é mencionado como um candidato à Presidência em potencial e em jun/16, o New York Times publicou um perfil seu intitulado: “O primeiro presidente gay?”.

O prefeito se soma a uma lista de democratas que aspiram a enfrentar Donald Trump nas presidenciais de 2020, entre eles as senadoras Elizabeth Warren, Kamala Harris e Kirsten Gillibrand, bem como Julian Castro, ex-secretário de Habitação de Barack Obama e de origem latina.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.