Da Redação

Plantar uma árvore, ter um filho e escrever um livro. De acordo com a crença popular, o ser humano precisa realizar essas três ações durante a vida como forma de perpetuar um legado.

A primeira delas é, digamos, a mais fácil. Plantar uma árvore se tornou um hábito entre crianças e adolescentes, principalmente durante o período escolar. Normalmente, chega-se a vida adulta com esse compromisso cumprido.

A segunda é ter um filho. Sem dúvida, esse é um dos grandes presentes que alguém pode receber. No entanto, a missão requer uma dose de planejamento, doação e comprometimento por toda uma vida. É igualmente possível.

Mas… E o trabalho de escrever um livro?

Conseguir juntar ideias, contar uma história, relatar experiências ou transmitir um conhecimento específico podem ser atividades de difícil realização para quem inicia o projeto sozinho e não conhece as etapas fundamentais para construção de um bom livro. Segue daí uma confusão e até uma frustração de novos autores que acabam se perdendo no meio do caminho. Daí a demanda por um novo profissional: o book advisor!

“Da mesma forma como construir uma casa requer a orientação técnica de um engenheiro ou arquiteto, quando se quer trabalhar um livro é aconselhável que o futuro autor busque a orientação de um profissional especializado para que a obra seja bem estruturada e escrita”, explica Eduardo Villela que atua com escrita e publicação desde 2004.

Eduardo Vilela é um dos mais conhecidos book advisors da atualidade (Foto: Divulgação)

Ele ressalta que “o Book Advisor é um profissional que acompanha o autor do início ao fim do projeto editorial, orientando-o em cada etapa necessária. São várias as fases: avaliar expectativas do autor em relação ao livro, escolha do tema e abordagem, análise de mercado e os diferenciais em relação a outras obras já publicadas, estudo do público-alvo de leitores e principais motivadores que despertarão o interesse deles pelo livro, elaboração de um roteiro de capítulos, organização e implementação de uma rotina eficaz de escrita, entre outras. Ou seja, até a aclamada noite de autógrafos há um longo caminho a ser percorrido”, explica o book advisor.

Com a experiência de já ter lançado mais de 500 livros, Villela desenvolveu uma metodologia de orientação prática, eficaz e de fácil aprendizado que ajuda pessoas a escrever e publicar livros sem dificuldades.

“Produzir um livro, que possua potencial para ser lido e bem aceito por determinado público-alvo é um objetivo possível e viável, desde que pensado e executado de forma profissional com estratégia, organização, planejamento e disciplina“, explica.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.