“Bastidores do Sexy Shop” reúne histórias de clientes reais do sexy shop Delírio e Ponto (Foto: Divulgação)

Por Vinicius Martins

Crescer em São Paulo é uma delícia, afinal a metrópole faz de tudo para te tirar da caixa e ser um adulto melhor. Ou, às vezes, antes do “tempo”…

Em Sampa tudo é agitado, desde às 6h da manhã, mas de noite a vida ferve e se foi também foi um adolescente nessa cidade sabe do que eu estou falando. Afinal, quem nunca andou pela região da Avenida Paulista, Minhocão e Rua Augusta e ficou curioso para entrar em um daqueles sex shops?

Um desses era o sex shop Delírio e Ponto, no centro da capital, da empresária Maísa Pacheco, que reuniu inúmeras histórias e personagens que passaram pelo seu sex shop no livro “Bastidores do Sexy Shop”.

Siga o Claro e Criativo no Instagram @Claro e Criativo

Poderia ser um filme ou uma série da Netflix, mas é um livro cheio de sentimento e tesão em histórias muitas vezes hilárias, como a do rapaz que namorou por longos anos uma boneca inflável ou da viúva de 78 anos que se recusava morrer sem antes atingir o orgasmo.  E tudo é contado em 118 páginas.

Maísa Pacheco quase deixou seu sexy shop na região central de São Paulo durante a crise de 2016 (Foto: Divulgação)

Siga o Sexy Shop Delírio e Ponto no Instagram

“Para poder ajudar o cliente, muitas vezes precisamos conhecer a sua história de vida e, como falo de sexo de maneira bastante natural, muitos deles se sentem à vontade de se abrir comigo. E é aí que acabo conhecendo algumas histórias interessantes de serem contadas, seja por serem engraçadas, curiosas, inusitadas ou eróticas”, afirma Maísa.

Conheça o Sexy Shop online da Maísa

Além do sexy shop e do livro, Maísa é youtuber. No final de 2016 ela abriu um canal para ajudar na renda, afinal para quem não lembra naquela época a crise estava feia e as vendas na loja despencaram.

A ideia do canal era retomar o crescimento e nele Maísa fala sobre sexo e divulga os produtos da sua loja virtual.

“Fiz o canal para atrair o pessoal para a loja online, mas o movimento cresceu bastante na loja física. Passei a fazer promoções especiais no WhatsApp. Passamos a crescer num ritmo de 20% ao mês desde então”, afirma Maísa.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.