Da Redação

Construído em 1758 como escritório do governo francês com proporções de um palácio, o Crillon reabriu suas portas no mês de julho de 2017, após quatro anos de reforma.

Este símbolo da França, projetado pelo arquiteto Ange-Jacques Gabriel a pedido de Louis XV e apelidado de “Bela adormecida”, promete recuperar sua grandeza e brilho anterior. Os resultados da meticulosa restauração foram revelados no dia 5 de julho pelo grupo Rosewood Hotels and Resorts.

Os hóspedes podem desfrutar de vistas espetaculares sobre a majestosa praça e o seu obelisco, com o Sena serpenteando entre o Louvre e a Champs-Elysées.

O hotel restaurou as peças comuns à sua antiga glória, e adicionou um toque contemporâneo no lobby e nos 124 quartos. Karl Lagerfeld também projetou duas das suítes. Marc Raffray, Gerente Geral do Crillon, comentou: “Nosso principal objetivo e desejo é oferecer a nossos convidados o melhor da cultura e estilo de vida da capital francesa quando ficam aqui”. O Crillon acolhe convidados desde 1909, quando foi transformado em um hotel pelo arquiteto Walter-André Destailleur. A própria Praça da Concórdia testemunhou três séculos de história, atraindo príncipes e rainhas, celebridades, políticos e artistas de todo país.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.