Da redação

As Nações Unidas divulgam muitos dados todos os meses sobre os mais variados assuntos, já que o órgão não é especializado apenas em assuntos políticos, mas também econômicos, sociais, culturais, trabalhistas…

Segundo as Nações Unidas, em síntese realizada pela consultoria econômica espanhola EBR, as 300 pessoas mais ricas do planeta, que cabem num avião, têm uma riqueza equivalente a dos 3 bilhões mais pobres do mundo, uma população equivalente à soma dos das populações de China, Índia, EUA, Brasil e Paquistão juntos, que estão entre os 10 países mais populosos do planeta.

Outro dados dados mostram que a concentração de riqueza aumentou muito: há 200 anos, no início da fase capitalista industrial, os países mais ricos eram 3X mais ricos que os mais pobres. Hoje em dia são 80 vezes mais ricos.

Por exemplo, quem nunca ouviu falar que a Argentina já foi o país mais rico das Américas? Ou então, que em meados no reinado de Dom Pedro II, o Brasil era mais rico que os EUA?

Hoje a história é bem diferente.

Essas e outras curiosidades podem ser vistas no vídeo que segue. Mesmo em espanhol, é bem simples de entender.

Boa pipoca! 😉

Várias são as fontes da desigualdade no mundo.

Um exemplo mais claro de transferência direta de recursos são empréstimos e juros excessivos cobrados em cima destes, no regime de juros compostos.

O modo de produção também que faz com que países especializados em agricultura gerem menos valor total em relação aos valor adicionado nos manufaturados (ainda que a geração de valor proporcional possa varia entre mercadorias).

Também há fatores históricos, políticos e culturais locais, que dificultam a gestão financeira dos Estados.

E por fim, toda a sociedade de espetáculo, que mantém oculto os problemas principais das pessoas. Só lembrando que para estudar desigualdade, não basta olhar apenas para renda (dinheiro), mas é preciso olhas sobretudo para riqueza (posses).

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.