Da Redação

Que tal viajar pela Austrália de navio? A ideia é da Regent Seven Seas que navegará por 36 npoites abordo do Seven Seas Mariner.

Quem for para essa viagem terá paradas em 14 portos entre suas principais cidades e regiões. Com partida programada para 15 de dezembro de 2018, a viagem promete um final de ano inesquecível e inclui dezenas de passeios em terra, uma estadia e jantar pré-cruzeiro em um luxuoso hotel em Sydney, uma experiência privilegiada (que pretende mostrar a beleza desse destino de uma maneira que poucos viajantes testemunharam) e uma exclusiva festa de réveillon em Bali.

Lindas paisagens, praias idílicas e uma espantosa barreira de corais – de aproximadamente 2.200 km de extensão – formam o pano de fundo para sofisticadas cidades, cheias de cultura e história. Pensando nisso, a Regent preparou um roteiro que se traduz em uma oportunidade única na vida.

Em um país maior que a Europa e banhado por dois oceanos diferentes (Pacifico e Indico), escolher entre tudo o que há para ver e fazer pode ser bastante complicado, e como era de se esperar, as cidades/regiões são graciosamente diferentes uma das outras. Sydney, sendo a cidade mais populosa do país, é um dos destinos favoritos. Rodeada pelo maior porto natural do mundo (daí seu apelido de “Harbour City”), a cidade oferece uma variedade de aventuras ao ar livre e atividades culturais, além da icônica Sydney Opera House (a maravilha arquitetônica moderna onde acontecem até 1600 apresentações a cada ano).

Perth, a capital da Austrália Ocidental, é um tipo diferente de experiência urbana. Dona de um alto IDH e considerada como uma das cidades mais prósperas do país, Perth também possui algumas das praias mais bonitas da ilha continental. Bares, cafés, galerias de arte em expansão e bairros cheios de arquitetura colonial fazem de lá um popular destino à beira-mar.

Melbourne é mais notável como um paraíso para aficionados por arte, cinéfilos, gourmets e esportistas fanáticos.  Apontada como uma mistura de Paris e Nova York, a cidade cosmopolita também tem um lado aventureiro, com visitas à floresta tropical, formações rochosas oceânicas, mountain bike, surf e hiking figurando no topo da lista.

Mas para os viajantes em busca de verdadeiras aventuras, a cidade de Darwin é que é “o lugar”. Crocodilos de água salgada podem ser vistos no parque natural Crocosaurus Cove, e os visitantes mais corajosos podem ter um encontro cara a cara com os répteis na “Cage of Death” – uma cápsula transparente parcialmente submersa em um tanque que é utilizado para acompanhar bem de perto o momento de almoço de um crocodilo gigante.

Em Burnie – no noroeste do país – se encontra a maior destilaria de uísque da Austrália, a famosa Hellyers Road Distillery. Aberta ao público, os visitantes podem ver como um premiado whisky single malt é feito, e claro, degustar o resultado final desse processo. Já em Adelaide, no sul do país, os destaques ficam para sua arquitetura, gastronomia, arte e a ocasional observação dos famosos símbolos australianos: cangurus e coalas. A roundtrip pela Austrália ainda inclui algumas paradas na fascinante Indonésia, onde as ilhas de Bali e Komodo (lar do pré-histórico Dragão de Komodo) oferecem uma rica cultura e diversas maravilhas naturais.

Para conferir os preços acesse o site clicando aqui.

Deixe uma resposta

WordPress spam blocked by CleanTalk.