Casal gay é expulso de avião da Alaska Airlines

O casal teria sido retirado do avião da companhia para dar o assento da Classe Premium para um casal heterossexual

0
383

Da Redação

Ainda em 2018 temos que dar a notícia de que casais homossexuais são expulsos de taxis, casas noturnas ou bares. Isso não acontece apenas no Brasil, mas em diferentes lugares do mundo.

Recentemente, um casal gay foi expulso da companhia Alaska Airlines. A companhia aérea está investigando o caso já que, aparentemente, o casal teria sido obrigado a deixar os assentos para que um casal heterossexual pudesse sentar juntos.

O incidente aconteceu em julho deste ano com o casal David Cooley, um homem de negócios abertamente gay e fundador do popular clube de West Hollywood, The Abbey .Ele e seu parceiro estavam indo de Nova York para Los Angeles.

Antes de decolarem, um comissário de bordo aparentemente aconselhou o companheiro de Cooley a levantar-se de seu assento de primeira classe e mudar para outro na cabine principal.

E por que isso aconteceu? Aparentemente, para que um casal heterossexual pudesse se sentar juntos durante o voo.

“Eu nunca fui tão discriminado enquanto viajava antes. Fui removido de um voo da Alaska do Aeroporto Internacional John F. Kennedy para LAX para dar tratamento preferencial a um casal hetero.

Depois que meu companheiro de viagem e eu ficamos sentados nos assentos designados por um tempo, fomos abordados pela comissária de bordo e meu companheiro foi convidado a se mudar de seu lugar de primeira para o técnico, para que um casal pudesse se sentar juntos”, escreveu o companheiro de Cooley no Facebook.

Na ocasião o empresário explicou que eles eram um casal, mas nada foi feito. “Ele teve a opção de desistir do assento premium e ir para o ônibus ou sair do avião. Nós não poderíamos suportar o sentimento de humilhação e deixamos o avião. Eu não posso acreditar que uma companhia aérea faria isso”, afirmou o empresário.

Investigação

A Alaska Airlines abriu uma investigação sobre o que aconteceu. A companhia aérea confirma que o incidente ocorreu.

“Ao embarcar no voo 1407 de JFK para LAX, um casal foi erroneamente designado para os mesmos lugares que outro casal na Classe Premium. Nós recolocamos um dos convidados da Classe Premium na Cabine Principal.

Lamentamos profundamente a situação e estamos investigando os detalhes enquanto nos comunicamos diretamente com os convidados envolvidos para tentar fazer isso direito.

A Alaska Airlines tem uma política de tolerância zero para discriminação de qualquer tipo, e nossos funcionários valorizam a inclusão de nossos hóspedes e uns aos outros ”.

Em 2016, a Virgin America adquiriu a Alaska Airlines.

Deixe uma resposta

WordPress spam blocked by CleanTalk.