Por Andrei Teixeira e da redação

Monitorado atualmente por 76 das 100 maiores companhias do País como régua comparativa de valor tangível e intangível, a 5ª edição do estudo Mais Valor Produzido (MVP) – Mídia e Internet, da consultoria 100% nacional DOM Strategy Partners, aponta a TV Globo como a empresa de audiovisual que mais gera e protege valor aos seus stakeholders (como é chamado o grupo formado por telespectadores, acionistas e funcionários).

O estudo foi realizado em janeiro e o prêmio personifica a atual campanha global “Milhões de Uns”, criada para dar ideia do seu poder de alcance ao falar com mais de 100 milhões de brasileiros todos os dias através de suas múltiplas plataformas de conteúdo.

“Umas das missões da Globo é ser o ambiente onde todos se encontram. No último ano, a emissora levou à risca essa missão e investiu forte nos canais digitais, como o Globo Play, que cria uma conexão com novos públicos e tendências, mas sem deixar de olhar para o telespectador mais tradicional. O resultado foi uma estratégia de sucesso que criou uma sintonia com todas as gerações“, explica Daniel Domeneghetti, coordenador do MVP Mídia e Internet e CEO da DOM Strategy Partners.

Resultado de imagen para globo play
Criado no final de 2015, o jovem Globo Play procura copiar a estratégia móvel do Netflix, e permite assistir programas a qualquer hora e em qualquer lugar (Imagem: Divulgação)

Para este ano, a novidade do ranking é a classificação das empresas setoriais mais disruptivas. Quando o assunto é  mídia e Internet, a liderança ficou nada mais nada menos com a valiosa Netflix. “Ela já nasceu para a nova geração e traz na sua essência o modelo inovador de serviço de streaming”, completa Domeneghett.

Além da Globo (cuja nota foi 8,42) o Top 5 do MVP Mídia & Internet tem o SBT em segundo lugar com 8,11 pontos e deixou de ocupar a primeira posição que ocupava no ano passado.

Em seguida, seguem a editora Abril, a RBS e a Folha de São Paulo.

A Netflix na classificação disruptiva alcançou 7,99 pontos mas já se encontra na quarta posição do ranking, na frente de RBS e Folha, o que mostra uma novidade e tendência: a TV on demand está ganhando espaço nessa segunda década de século.

Resultado de imagen para netflix empresa disruptiva
Solidez e disrupção: quando o futuro do audiovisual é reinventado, a Netflix se torna uma vanguarda que ameaça antigos negócios, mas com o tempo as antigas emissoras de TV podem adotar esse negócio, mas já estarão longe do alcance da Netflix, que se tornará o novo mainstrem (Imagem: Divulgação)

Mais de 60 processos foram avaliados pelo ranking em torno de todos os agentes que formam o stakeholder. Dentre os itens, se encontra:

  • Eficácia da Estratégia Corporativa
  • Resultados Gerados
  • Crescimento Evolutivo
  • Valor das Marcas
  • Qualidade de Relacionamento com Clientes
  • Inovação
  • Conhecimento
  • Grau de Transformação
  • Uso das Tecnologias Digitais, dentre outros.

Veja abaixo a tabela comparativa do MVP (Mais Valor Produzido) Brasil – Mídia e Internet:

Mídia e Internet – 5º edição

Nota

Globo

8,42

SBT

8,11

Abril

8,02

RBS (afiliada da Globo na região Sul)

7,22

Folha de São Paulo

6,99

Mais disruptiva: Netflix

7,99

Deixe uma resposta