Da Redação

Ampliar é a estratégia da Twist Milk-Shake, rede criada pelos sócios Eduardo Liborati e a advogada Michele Moura. Em 2018, eles pretendem abrir mais de 10 lojas, sendo uma delas em Miami (EUA). Ao todo, a rede conta com 4 lojas abertas no Brasil, sendo duas administradas pelos sócios e outras por parceiros.

Criada há três anos, a rede investiu em pesquisa de mercado, parcerias estratégicas para reduzir custo e capacitação de colaboradores para crescer com sustentabilidade e foco no segmento de sobremesas geladas. Hoje, a marca possui mais de 100 tipos da bebida, além de sundae e açaí, que permitem inúmeros tipos de preparos.

Através de um estudo detalhado, os empresários notaram que seria possível investir pouco inicialmente e, mesmo assim, ter um retorno financeiro rápido. “Logo na primeira unidade, em apenas seis meses de atividade, conseguimos recuperar o valor investido. Ficamos muito felizes, porque além de ter a certeza de que estávamos no caminho certo, conseguimos viabilizar a abertura da segunda loja”, explica Michele.

Para que as lojas seguissem em um ritmo próspero, também foi realizado uma pesquisa de mercado para identificar quais os melhores pontos de venda. “Também estudamos as melhores cores e formatos de comunicação visual, itens que são fundamentais para despertar a vontade no cliente de consumir o produto”, aponta a advogada.

A escolha da fábrica foi cuidadosamente pensada, com o objetivo de obter valores mais atraentes aliado a qualidade de produtos. Todo o conteúdo da marca, como estudo de mercado, comunicação, fornecedores estão formatados para melhor atender as lojas já existentes ou no caso de licenciamento da Twist. Vale lembra que, dependendo de fatores habituais e modelo do estabelecimento, o investimento pode retornar de 12 a 24 meses.

A experiencia negativa em um outro negócio foi fundamental para que o casal repensasse qual seria a melhor estratégia para que, finalmente, obtivessem sucesso. “A loja de roupas virtual não deu certo, fazendo com que o Eduardo voltasse ao mercado de trabalho. Foi através de uma prestação de serviço para o mercado de bebidas geladas que ele se apaixonou pela ideia”, conclui Michele.

A meta para o futuro é abrir a própria fábrica de sorvetes, criando sabores e combinações únicas para os clientes que frequentam as sorveterias, e em breve, uma loja na cidade de Miami.

Mais informações no instagram ou no e-mail

Deixe uma resposta